Rui Rosmaninho
Arquiteto


O edifício está implantado numa encosta com uma pendente considerável, inserido num complexo desportivo municipal. É composto por dois volumes perpendiculares, articulando um corpo mais baixo onde se situam os balneários com uma nave de volumetria paralelepipédica que abriga o recinto desportivo. Destacam-se dois corpos que se projetam no tardoz do edifício e onde funcionam as salas de squash. A nave desportiva possui uma estrutura de madeira lamelada. Para além da solução estrutural, a madeira assume um papel de destaque no revestimento de paredes e pavimentos, assumindo-se como a imagem interior do edifício. A orientação do complexo permite tirar partido dos enfiamentos visuais para o restante complexo desportivo, funcionando como edifício miradouro. A frontaria do edifício possui degraus de bancada, funcionando como anfiteatro exterior, permitindo a sua utilização para a dinamização de outras atividades desportivas e de eventos culturais ao ar livre.

Local Montouro, Anadia Dono de Obra Município de Anadia Estabilidade e Betão Armado, Rede de Abastecimento de Água, Redes de Drenagem de Águas Residuais e Pluviais Pedro Santiago, Engenheiro Civil Infraestruturas Elétricas, de Segurança e Telecomunicações Licínio Alegre, Engenheiro Eletrotécnico Instalações Mecânicas para AVAC Magalhães Teixeira, Engenheiro Mecânico Direção Técnica Paulo Afonso, Engenheiro Civil Execução de Projeto 2002 Execução de Obra 2003/2006 Construtor Socértima Lda Fotografia Marco Santiago